quinta-feira, 12 de março de 2015

Sistema EPL/L5 Participará do Primeiro Vôo do 4º AO do Programa Microgravidade. Será?

Olá leitor!

Modelo de Vôo do EPL em testes
no IAE para o vôo da "Operação
Raposa - Dezembro de 2013.
Visitando esta manhã o site de nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB), mais precisamente a página da 1ª Chamada do 4º AO (Anúncio de Oportunidade) de 2013 do “Programa Microgravidade” da agência, notei que o experimento Sistema para Ensaio Funcional do Estágio Propulsivo Líquido (EPL)”, que havia sumido desta página por algum tempo, retornou a lista dos experimentos selecionados. Veja aqui uma prova deste sumiço numa nota do DCTA de 05/05/2014, informando que este primeiro voo do 4º AO seria realizado por quatro experimentos, dando entender com isso que o experimento EPL não mais fazia parte desta missão.

Ora leitor, pelo que está parecendo, com a volta do Experimento EPL a lista dos selecionados para esta missão, caso esta primeira operação de lançamento venha realmente ocorrer em 2015 como previsto, o Brasil estará realizando o segundo voo do Sistema de Propulsão Líquida EPL/L5 ainda este ano, e agora acompanhado por quatro experimentos científicos e tecnológicos (Solidificação de Ligas Eutéticas em Microgravidade (SLEM)”,“Os Efeitos da Microgravidade Real no Sistema Vegetal de Cana-de-Açúcar Utilizando o Foguete de Sondagem VSB-30”,”Plataforma de Aquisição para Análise de Dados de Aceleração II (PAANDA II)” e “Novas Tecnologias de Meios Porosos para Dispositivos com Mudança de Fase”) do Programa Microgravidade.

Vale dizer também que se esta missão for realizada como previsto, ou seja, utilizando um foguete VSB-30 e não um VS-30 como na “Operação Raposa”, eu creio que a configuração final do VSB-30 ultrapassará os quase 13 metros habituais deste foguete de sondagem. Já que além dos motores S-31 e S-30 (primeiro e segundo estágios) ainda serão incluídos o Experimento EPL (uma espécie de terceiro estágio, este líquido) e a plataforma onde serão acondicionados os outros experimentos científicos e tecnológicos (uma espécie de quarto estágio). Entretanto isto é apenas uma especulação de minha parte, afinal não sou um profissional do setor.

Duda Falcão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário