quarta-feira, 18 de março de 2015

IEAv Monta Container Laboratório Avançado, Com Cooperação Internacional, Para Monitorar Radiação Cósmicas

Olá leitor!

Segue uma nota postada ontem (17/03) no site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) destacando que o instituto montou no Observatório Pico dos Dias, pertencente ao Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), um Container Laboratório Avançado, com cooperação internacional, para Monitorar Radiação Cósmicas.

Duda Falcão

IEAv Monta Container Laboratório Avançado,
Com Cooperação Internacional, Para
Monitorar Radiação Cósmicas

17/03/2015

Começou a funcionar em 11 de fevereiro de 2.015 o container laboratório avançado para monitoramento de radiação cósmica. O experimento, liderado pelo IEAv por meio de seu Laboratório de Dosimetria Aeroespacial (LDA), visa monitorar e acompanhar as variações no fluxo, espectro de energia, e dose devido à partículas produzidas pela radiação cósmica na atmosfera terrestre.

O container está instalado no Observatório Pico dos Dias (1.860 m de altitude), pertencente ao Laboratório Nacional de Astrofísica. Este trabalho faz parte das atividades do projeto ERISA (Efeitos da Radiação Ionizante em Sistemas Embarcados, http://erisa.ieav.cta.br) e também de um acordo do DCTA com o Laboratório Aeroespacial Francês, ONERA (Office National d’Etudes et de Recherches Aérospatiales). Também cooperam com o experimento os Laboratórios IRD (Instituto de Radioproteção e Dosimetria), pertencente à Comissão Nacional de Energia Nuclear e o laboratório TIMA (Techniques de l’informatique et de la Microélectronique pour L’Arquitecture des Systèmes Intégrés), pertencente à Universidade de Grenoble, França.

No container estão instalados um espectrômetro de nêutrons de alta energia, um espectrômetro de LET, uma câmara de ionização, e estão sendo instalados também um cintilador de NaI e um conjunto de memórias SRAM para monitoramento de SEUs (Single Event Upsets), com operação 24 h por dia, e cujos dados de monitoramento são acessados remotamente pelos pesquisadores envolvidos.

A importância deste tipo de experimento deve-se à influência que tais partículas podem causar ao incidir em sistemas embarcados em aeronaves, podendo ocasionar mudanças de estado de memória, falhas em controladores lógicos e até a falha completa de um sistema. Do ponto de vista de dose de radiação ionizante, tal estudo também é de interesse para acompanhar as alterações na taxa de dose incidente em solo, devido à radiação cósmica, permitindo prever as alterações correspondentes na taxa de dose incidente em tripulações de aeronaves em voo, preocupação esta crescente em diversos países devido à maior frequência e altitude da malha de voos.

Container com a Cooperação Internacional.
Visão do container instalado no sítio do observatório.
Equipamentos de medição.


Fonte: Site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

Nenhum comentário:

Postar um comentário