quarta-feira, 4 de março de 2015

Edital Apoia Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (04/03) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançaram edital que projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Duda Falcão

Edital Apoia Projetos de Pesquisa,
Desenvolvimento e Inovação

Inmetro e Capes


Brasília, 4 de março de 2015 – O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançaram o Edital 76/2014 para seleção de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), visando a ampliar a Rede de Laboratórios Associados do Inmetro para Inovação e Competitividade (Relai).

A iniciativa, que tem cerca de R$ 3 milhões, objetiva construir uma ampla base de apoio à inovação, estimulando a conexão entre grupos científicos de alto nível e a indústria. As propostas devem ser apresentadas na forma de projeto, que deve ser claramente caracterizado como pesquisa e desenvolvimento tecnológico para fins de inovação em parceria com a indústria.

A inscrição vai até o próximo dia 31. O resultado preliminar será divulgado no dia 11 de maio, e o final em 11 de junho.

“A Relai foi criada há cerca de dois anos para estimular a transferência de tecnologia e conhecimento a empresas, utilizando as instalações dos laboratórios associados e do Inmetro para o desenvolvimento de projetos inovadores, para promover a competividade dos produtos nacionais no mercado”, explica o diretor de Inovação e Tecnologia do Inmetro, Carlos Alberto Aragão.

Bolsistas – Serão selecionados, em nível nacional, até sete laboratórios que apoiem de maneira concreta o desenvolvimento da indústria. Eles poderão contar com bolsas de Pós-Doutorado e Professor Visitante no país e Estágio Pós-Doutoral e Estágio Sênior no exterior.

As propostas devem contemplar as áreas estabelecidas pela política industrial nacional e pela Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti), alinhadas aos programas de pesquisa, desenvolvimento e inovação conduzidos pelo Inmetro.

O responsável pela apresentação da proposta deve ter título de doutor há pelo menos cinco anos, ser o coordenador da proposta e ter vínculo formal com a instituição executora.

Os projetos terão o prazo máximo de três anos para execução e poderão usar a infraestrutura laboratorial do Campus do Inmetro, em Xerém, no distrito de Duque de Caxias (RJ), que abriga 45 laboratórios de ponta e equipamentos de última geração.

Relai – Criada em 2013 pelo Inmetro, a Relai tem hoje projetos em laboratórios das universidades Federal de Minas Gerais (UFMG) e de Caxias do Sul (UCS).

No instituto de Materiais Cerâmicos da UCS, são feitas pesquisas buscando materiais alternativos para a indústria, como cerâmicas, compósitos e cimentos de alta qualidade, com baixo impacto ambiental e com ciclo sustentável, com o apoio da multinacional Netzsch GmbH, empresa alemã fabricante de instrumentos de análise térmica.

Já na UFMG, o Laboratório de Nanoespectroscopia (LabNS) trabalha no desenvolvimento de um método inovador para analisar a emissão de particulados emitidos no ar por empresas de mineração, e de novos equipamentos para análise química e estrutural.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário