sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Conheça Mais Sobre o 5º Anúncio de Oportunidade (AO) Lançado Ontem Pela AEB

Olá leitor!

Como podemos notar na nota anterior, a nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB) lançou no dia de ontem (26/02) o seu (Anuncio de Oportunidade) do Programa Microgravidade,  desde que este Programa foi criado em 27/10/1998 pela Resolução nº 36, do Conselho Superior da Agência, ação esta ocorrida durante o segundo governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC).

Este novo anuncio tem como objeto o desenvolvimento de um dispositivo eletrônico compacto, portátil, ‘wearable1’ e não invasivo, capaz de avaliar os diversos aspectos fisiológicos relacionados à exposição do corpo humano ao ambiente de microgravidade e hipergravidade, decorrentes de um voo suborbital tripulado, e para tanto, a agência disponibilizará ao projeto recursos da ordem de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).

Representação de um dispositivo similar ao
proposto, fixado no pulso do usuário.
Representação de um dispositivo similar ao
proposto, fixado no tronco do usuário.

Vale dizer que o AO em questão está direcionado para escolas públicas de educação básica brasileiras em parceria com instituições de ensino superior (IES) e que o voo suborbital previsto será realizado e o seu experimento conduzido (preso ao corpo) pelo Primeiro Espaçonauta Brasileiro (astronauta civil), o jovem Eng. Pedro Nehme (aluno de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília (UnB) e bolsista da agência), a bordo do veículo espacial “Lynx Mark II” da empresa americana XCOR Space Expedition.

O jovem Eng. Pedro Nehme
Não há como dizer que nesta nova oportunidade que se abre para a Comunidade Científica e Educacional do país a AEB não esteja sendo oportunista por razões políticas óbvias, quando se aproveita de uma iniciativa pessoal do jovem Pedro Nehme para realizar algo no espaço que em nossa maneira de ver poderá realmente ser positivo não só para PEB, como também para a área médica e de saúde do país. Em nossa opinião, desde que o jovem Pedro tenha realmente consciência desta jogada da Agência (não sendo uma espécie de bobo útil) e não tenha nada contra a mesma, não há nenhum mal nisso. Entretanto a dúvida que fica é: Esta iniciativa realmente será realizada com seriedade, competência, compromisso e lisura que a mesma exige? Bom, isto só mesmo o tempo poderá responder.

De qualquer forma o Blog BRAZILIAN SPACE torce para que esta iniciativa seja conduzida como todos nós esperamos, e que o jovem Pedro Nehme seja bem sucedido em sua missão no espaço.

Representação dos subsistemas do
veículo espacial Lynx Mark-II.
Principais eventos do voo suborbital do
veículo espacial Lynx Mark-II. 

Vale dizer também que estamos torcendo muito por jovens da UnB, como o Pedro,  e de outras universidades do país que atuam em atividades espaciais, para que eles entendam a necessidade de trabalharem conjuntamente em prol do PEB, como uma grande equipe, sem disputas, egoísmos e picuinhas, que só prejudicam o programa espacial, este já por demais prejudicado pelos energúmenos da “Ogra”, e sim sempre buscando o entendimento e a complementaridade de seus projetos e esforços. É assim que se faz um Programa Espacial, ou seja, atuando como equipe (veja o exemplo da NASA), e não dividindo esforços.

Tenho também uma grande preocupação quanto à formação moral desses jovens, como é o caso do Pedro e de seus colegas, que além de já viverem numa cidade governada por pessoas de índole discutível, tem atuado e convivido como bolsista da AEB já algum tempo, uma agência reconhecidamente política e de gestão extremamente discutível. Sinceramente espero e torço Pedro que você e seus colegas possam observar e separar o que de positivo esta experiência de vocês na AEB poderá ser aproveitada, pois vocês são o futuro do Brasil e talvez a única esperança que temos em dar início a mudança cultural que este país precisa.

Veja na íntegra o  AO da AEB clicando aqui.

Duda Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário