segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

IAE - DCTA e FUNCATE Assinam Convênio Para Desenvolvimento do VLM - 1

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/12) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) destacando que o IAE/DCTA e FUNCATE assinaram convênio para desenvolvimento do VLM – 1.

Duda Falcão

IAE - DCTA e FUNCATE Assinam Convênio
Para Desenvolvimento do VLM - 1

Publicada em 29/12/2014 - 15:59
Atualizada em 29/12/2014 - 16:08

O projeto para desenvolvimento do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM) brasileiro deu um importante passo nas últimas semanas, com a assinatura do convênio entre a FUNCATE (Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais) e o IAE/DCTA (Instituto de Aeronáutica e Espaço).

O VLM-1, fruto de uma parceria entre o IAE/DCTA e a Agência Espacial Alemã (DLR), visa o desenvolvimento de um foguete destinado ao lançamento de cargas úteis espaciais ou microssatélites (até 150 kg) em órbitas equatoriais e polares ou de reentrada, com três estágios a propelente sólido na sua configuração básica: dois estágios com o motor S50 com cerca de 12 toneladas de propelente e um estágio orbitalizador com o motor S44.

Outras configurações do veículo poderão empregar um terceiro estágio em propelente sólido maior ou em propelente líquido. O VLM deverá atender a uma importante e crescente demanda para o lançamento de cubesats e microssatélites. Este convênio tem vigência de quatro anos e estabelece uma parceria de longo prazo entre a FUNCATE e o DCTA/IAE.



Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Comentário: Pois é leitor, ta aí o acordo/convênio que desburocratizará o projeto do VLM-1 que o BLOG já havia divulgado em comentários anteriores, mas é como eu disse, apesar de desburocratizar, este acordo só será efetivamente realizado com eficiência se os recursos solicitados forem liberados nos prazos estabelecidos. Em outras palavras, sem o ‘COMPROMISSO’ da “Ogra” nada de VLM-1 em 2017 ou 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário