terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Especialistas Mostram no Planetário de Brasília os Desafios da Exploração do Espaço

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (09/12) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que especialistas mostram a partir de hoje os desafios da exploração do espaço no Planetário de Brasília.

Duda Falcão

Especialistas Mostram os Desafios
da Exploração do Espaço

Secti/DF

Foto: Jeilton Alves/Planetário
Planetário de Brasília, onde se realiza o workshop.

Brasília, 9 dezembro de 2014 – Os fãs da exploração do espaço terão a oportunidade de conhecer os conceitos da engenharia espacial no Planetário de Brasília. De hoje (9) até sábado (13), o espaço promove o 1º Workshop de Engenharia Aeroespacial com a participação de professores e especialistas na área da Universidade de Brasília (UnB).

As palestras gratuitas serão das 14h às 16h no Auditório do prédio. Os visitantes receberão explicações detalhadas sobre foguetes e satélites artificiais, dentre outros temas ligados à Engenharia Aeroespacial.

Programação – Hoje (9), o professor Artur Bertoldi fala sobre Foguete Híbrido. Na quarta-feira (10), os visitantes conhecerão a História dos Foguetes, na palestra do especialista Olexiy Shynkarenko. A apresentação será em inglês, com tradução simultânea.

O professor Manuel Barcelos mostra as linhas gerais do Curso de Engenharia Aeroespacial na quinta-feira (11). O público conhecerá detalhes sobre as Missões de Pequenos Satélites, na sexta-feira (12), na palestra da professora Chantal Cappelletti.  Fechando o evento, no sábado (13), o diretor da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Alberto Gurgel, ministra palestra sobre o Programa Espacial Brasileiro.

No último domingo (7), o Brasil em parceria com a China lançou o satélite CBERS-4. O equipamento de sensoriamento remoto é equipado com quatro câmeras. As imagens serão aplicadas na pesquisa de monitoramento ambiental, agrícola e planejamento urbano. O projeto é coordenado pela AEB e desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário