terça-feira, 9 de dezembro de 2014

CBERS-4, Um Exemplo de Compromisso Que o PEB Necessita

Olá leitor!

Na madrugada de Domingo como já é do conhecimento de todos os brasileiros o nosso Satélite CBERS-4 entrou em órbita exitosamente para cumprir sua missão de monitoramento ambiental de três anos no espaço.

Na opinião do BLOG essa notícia descreve o momento mais exitoso do nosso combalido e chacoteado Programa Espacial no ano de 2014, e diria até que é também o momento mais exitoso do PEB desde que o Satélite CBERS-2B foi lançado ao espaço em setembro de 2007.

Entretanto, apesar do que representa cientificamente, tecnologicamente e estrategicamente esta conquista para o Brasil (como o leitor poderá notar no vídeo abaixo), em nossa opinião o mais marcante de toda essa história (caso se aprenda a lição) é o exemplo dado por todos (Desgoverno da “Ogra”, MPOG, MCTI) e principalmente pelos pesquisadores do INPE liderados pelo Dr. Leonel Perondi (note nos vídeos apresentados no BLOG as 'olheiras' do Dr. Perondi. Pois é ser diretor do INPE não é nada fácil), demonstrando que quando há compromisso as dificuldades por maiores que sejam (e neste caso eram herculanas em todos os sentidos) as metas são alcançadas.


O recorde alcançado pelo INPE de montar, integrar e lançar exitosamente um satélite de quase 2000 kg em pouco menos de um ano após o desastroso lançamento do CBERS-3 (e não como estão dizendo, já que o CBERS-3 foi lançado em 09/12/2013), representa o resultado de um compromisso assumido por todos que caso não existisse não seria possível de ser realizado.

Qualquer coisa na vida leitor só de realiza com compromisso e com Programa Espacial não é diferente, sendo o grande exemplo disso o histórico pouso lunar da Apollo11 no “Mar da Tranquilidade” em 24 de julho de 1969, conquista esta só possível graças ao compromisso assumido pelo governo americano, pela NASA e pelas mais de 200 mil pessoas que conjuntamente trabalharam por quase uma década com este objetivo.

Infelizmente desde o Governo COLLOR (apesar do nosso Programa Espacial ser bem mais modesto do que o americano) este compromisso deixou de existir e o PEB começou a ser tratado politicamente como um programa sem importância, tanto pela Presidência da Republica e pelo Congresso, como também pela mal informada Sociedade Brasileira.

O Blog BRAZILIAN SPACE teme pelo que possa acontecer nos próximos quatro anos se esta ‘Ogra’ continuar adotando esta política devastadora contra o PEB, invés de seguir o exemplo dado agora com o CBERS-4.

Vale dizer leitor que os indícios apontam na direção da continuidade dessa política por parte dessa estúpida energúmena petista, o que poderá levar (caso se confirme) uma certa instituição envolvida com o PEB a tomar uma decisão catastrófica, o que em nossa opinião significaria anos de recursos financeiros, humanos e de pesquisas jogadas no lixo, e evidentemente, o golpe final no Programa Espacial Brasileiro.

Duda Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário