quarta-feira, 24 de abril de 2013

Prog. AEB Escola Participa de Reunião da SBPC em Alcântara

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (24/04) no site da “Agência Espacial Brasileira (AEB)”, destacando que o Programa AEB Escola participa de Reunião da SBPC em Alcântara.

Duda Falcão

Notícias

Programa AEB Escola Participa de
Reunião da SBPC em Alcântara

24/04/2013


A Agência Espacial Brasileira, por meio do Programa AEB Escola, participa da Reunião Especial da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em Alcântara. O evento, que começou na segunda-feira (22) e vai até quinta-feira (25), é o primeiro realizado pela SBPC com uma programação toda dirigida para a população, sem conferências nem apresentação de trabalhos científicos.

No dia 22, o AEB Escola atendeu a comunidade alcantarine de Marudá. Segundo o coordenador do programa, Carlos Eduardo Quintanilha, foram feitos mais de 250 carrinhos-foguete e lançados três foguetes pet. “Queremos que essas crianças percebam que estudar é importante. Por meio da educação elas podem escolher o que querem ser. Gerar ações capazes de estimular os estudantes com práticas criativas que despertem o interesse pela pesquisa e pela ciência e despertar vocações e colaborar para a formação de pesquisadores, técnicos e empreendedores brasileiros para a área espacial são objetivos do AEB Escola”, conta Quintanilha.

Na terça-feira foi visitada a comunidade de Oitiua, onde foram confeccionados aproximadamente 115 carrinhos-foguetes e 11 foguetes de garrafa. Infelizmente, por motivos meteorológicos, os foguetes de garrafa PET feitos pelos estudantes da comunidade não puderam ser lançados.

A equipe do Programa conta com apoio de estudantes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA). Eles serão responsáveis por realizar atividades e oficinas do AEB Escola nas escolas da região. A iniciativa visa manter atividades permanentes com estudantes é importante para a motivação e avanço do conhecimento das atividades espaciais.

SBPC Especial - Professores de várias universidades federais e outras instituições de ensino coordenarão várias ações de educação e de saúde e de divulgação científica em escolas municipais nos polos educacionais de Marudá, Oitiua, Raimundo Su e Arehengaua, todos no interior de Alcântara. Para realizar o trabalho, eles contarão com o auxílio de estudantes de doutorado e pós-doutrado. Na sexta-feira, as atividades serão realizadas na própria cidade, no Câmpus de Alcântara do Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Essas ações incluem cursos, minicursos e oficinas de atualização para professores, entre os quais “O computador como instrumento na aula de Biologia”, “Doenças Sexualmente Transmissíveis virais – como abordar a temática dentro da sala de aula” e “O Sistema Solar na sala de aula”. Para os estudantes do ensino básico serão oferecidas oficinas, como “Vivenciando a Biologia”, “Gibi com Ciência” e “O Sistema Solar na palma das mãos”.

Também serão realizados minicursos e oficinas para agentes de saúde, sobre doenças como malária e dengue, leishmaniose, raiva, hanseníase, diabetes e hipertensão, doenças infantis (incluindo desidratação e desnutrição), alcoolismo e drogas, e acidentes com animais peçonhentos. Durantes essas atividades serão abordados os principais sintomas de cada doença e como detectá-los, como proceder com o doente e para onde encaminhá-lo. Também será mostrado como identificar os fatores de risco no ambiente que podem causar a doença e as principais formas de preveni-las.

Além do trabalho realizado nos polos educacionais, haverá exposições e mostras científicas sobre as leis e fenômenos físicos, apresentadas de forma lúdica e interativa. Também haverá projeção de filmes e animações para crianças e suas famílias, e oficina “Faz e Acontece” de trampolim acrobático, water ball, malabares e contação de história. Um planetário instalado no centro da cidade será outra atração da Reunião Especial da SBPC em Alcântara. O equipamento é uma cúpula, na qual um projetor digital mostra uma imagem de 180 graus simulando uma noite estrelada. Nele serão realizadas oito sessões diárias, entre às 9h e 17h.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário