terça-feira, 16 de abril de 2013

Nova Estação do GLONASS Será Instalada no Brasil em 2013

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (15/04) no site da versão em português da “Gazeta Russa” destacando que uma nova estação do GLONASS será instalada no Brasil até o final do ano.

Duda Falcão

Ciência e Tecnologia

Nova Estação do GLONASS Será
Instalada no Brasil Até o Final do Ano

Brasil já possui uma estação de ajuste de dados, a primeira no
hemisfério sul. De acordo com Serguêi Saveliev, vice-presidente
da ROSCOSMOS (Agência Espacial Russa), um contrato para
instalar outra estação no país foi assinado em fevereiro passado.

RIA Nóvosti
15/04/2013

Foto: Oleg Urusov / RIA Novosti
Uma nova estação de ajuste de dados do sistema de localização por
satélite russo GLONASS será instalada no Brasil até o final deste ano

Uma nova  estação de ajuste de dados do sistema de localização por satélite russo GLONASS, a Sajem-TM, será instalada no Brasil até o final deste ano, disse à imprensa o vice-presidente da ROSCOSMOS (Agência Espacial Russa), Serguêi  Saveliev, durante a nona edição da LAAD-2013 (Feira Internacional de Defesa e Segurança), que se encerra nesta sexta-feira (12) no Rio de Janeiro.

O Brasil já possui uma estação de ajuste de dados, a primeira no hemisfério sul. De acordo com Saveliev, um contrato para instalar outra estação no país foi assinado em fevereiro passado.

"Essa é uma estação terrestre quantum-ótica destinada a fazer ajustes na posição de satélites e no campo de navegação em tempo real", disse o responsável.

"O contrato já está assinado. Até o final deste ano, a estação será colocada em operação", completou.

Saveliev também disse que a ROSCOSMOS tem acordos com uma série de países sobre a instalação de estações em seus territórios nacionais.

"Temos acordos com África do Sul, Nicarágua e Cuba. A seqüência de colocação de estações vai depender das datas de assinatura das respectivas documentações", disse Saveliev.

O segmento civil do sistema GLONASS foi concebido para definir com precisão as coordenadas e velocidade de locomoção de objetos equipados com receptores dos sinais emitidos pelo sistema.

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti


Fonte: Site da versão em Português da Gazeta Russa - http://gazetarussa.com.br/

Comentário: Pois é leitor, segue a Rússia com o GLONASS no Brasil, mas o que realmente interessa que seria acordos nas áreas de foguetes e tecnologias associadas, satélites e sondas espaciais, isso nada ainda e não há qualquer perspectiva que venha acontecer, o que em resumo, não é nada bom para a Missão ASTER. Uma pena. Agradecemos ao leitor Israel Pestana pelo envio dessa notícia.

Um comentário:

  1. Abrimos as portas das américas para o sistema de posicionamento global russo (talvez até do mundo). Pode ser que com esses entendimentos consigamos aos poucos e poucos uma abertura maior na área espacial. Eles já ofereceram ajuda, só falta lideres com disposição.

    ResponderExcluir