domingo, 28 de abril de 2013

Missão Sabia-MAR Realizará em Maio Oficina em Brasília

Olá leitor!

No próximo mês de maio, nos dia 13 e 14, será realizado na sede da Agência Espacial Brasileira (AEB), em Brasília, o “Workshop de Trabalho Sobre as Aplicações da Missão Espacial Conjunta Brasil-Argentina SABIA-Mar” (Satélite Argentino-Brasileiro de Observação dos Oceanos).

Durante o Workshop será apresentado a última revisão do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE) com ênfase nesta missão, e vale dizer que a mesma destina-se à observação dos oceanos e tem aplicações importantes para o estudo dos ecossistemas oceânicos, ciclo do carbono, mapeamento do habitat marinho e observação costeira.

A Missão SABIA-Mar, além de contribuir para os estudos regionais argentinos e brasileiros, poderá também beneficiar a comunidade internacional na área de clima e de mudanças globais, reforçando o papel dos dois países no cenário mundial.

Espera-se com esse Workshop definir os requisitos e especificações técnicas da missão, principalmente de sua carga útil, contando com contribuições da comunidade de usuários brasileiros que deverão se reunir nessa oportunidade.

Entretanto leitor vale lembrar que a Missão Sabia-MAR representa uma das maiores novelas do Programa Espacial Brasileiro. Estabelecida inicialmente em acordo assinado em Buenos Aires em 10 de novembro de 1998 (veja aqui), ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso (quando então era chamada de Missão SABIA3) essa missão passou por todo Governo LULA, mudando de nome, tendo diversas reuniões políticas e técnicas e por fim chegou ao Governo DILMA ROUSSEFF sem, contudo ter avançado.

Diante disso tudo e do conhecido “ED”, e principalmente da recente declaração ao jornal “Valor Econômico” do presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), o Sr. José Raimundo Braga Coelho (veja aqui), de que a decisão sobre a realização ou não da missão deveria sair até julho, dando entender que, todo esse trabalho poderia acabar não dando em nada, fica muito difícil de acreditar que esse projeto tenha algum futuro. 

No entanto, torço pelo projeto desde o seu lançamento no século passado, por acreditar não só em sua importância científica e tecnológica, mas também e principalmente que o seu sucesso possa nos levar no futuro a criação de uma Agência Espacial Latino-Americana (AELA), como a ESA na Europa.

Duda Falcão



Fonte: Formulado com informações do site do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do INPE - http://www.ccst.inpe.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário