domingo, 21 de abril de 2013

MD Recebe Ufólogos p/Tratar da Liberação de Documentos

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota publicada dia (19/01) no site “www.defesanet.com.br“ destacando que o Ministério da Defesa (MD) recebeu ontem (18/04) Ufólogos para tratar de documentos relacionados com a Casuística Ufológica Brasileira.

Duda Falcão

AVIAÇÃO - OVNIS

Ministério da Defesa Recebe Ufólogos
Para Tratar de Documentos

Ministério da Defesa
19 de Abril, 2013 - 13:45 ( Brasília )


Membros da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) e representantes das Forças Armadas reuniram-se na tarde de quinta-feira (18ABR13), no Ministério da Defesa (MD), para tratar do acesso a documentos militares que tratam de relatos envolvendo Objetos Voadores Não Identificados (OVNIS).

O encontro foi o desdobramento de uma reunião ocorrida no início de fevereiro, quando o ministério debateu procedimentos administrativos para responder a requisição de informações feitas por mais de 30 conferencistas do Brasil no IV Fórum Mundial de Ufologia.

Na ocasião, determinou-se que todos os documentos sob responsabilidade da Marinha, do Exército e da Aeronáutica relacionados ao assunto fossem tornados públicos, como estabelece a Lei de Acesso à Informação (LAI).

Durante a reunião desta quinta, os pesquisadores relataram as dificuldades encontradas para acessar documentos classificados como secretos e ultrassecretos. “Existem muitas questões sem resposta em casos famosos como o de Varginha, o da Corveta Mearim e da Ilha de Trindade”, disse Ademar Geavaerd, editor da revista UFO.

O secretário de Coordenação e Organização Institucional do Ministério, Ari Matos, afirmou que as informações que ainda não se tornaram públicas são exceções. “A regra geral é disponibilizar todos os documentos. Alguns casos ainda têm que obedecer ao prazo legal, mas isso é uma questão que em breve será solucionada”, completou.

Segundo o diretor do Departamento de Organização e Legislação do MD, Adriano Portella, a Defesa tem feito todo o esforço para cumprir os prazos estabelecidos pela LAI no que diz respeito à desclassificação e publicação dos documentos. “A lei determina o prazo de dois anos, a partir de sua promulgação, para a revisão das informações classificadas como secretas e ultrassecretas”, explicou Portella. “Esse trabalho já está sendo feito, e os documentos serão desclassificados dentro do prazo legal”.

Na avaliação de Ari Matos, o resultado mais importante do encontro foi estabelecer uma relação de parceria com os ufólogos.  “A LAI abriu a possibilidade de o grande público acessar diversas informações produzidas pelo governo. É preciso criar um caminho regular de contato que atenda aos interesses da comunidade de ufólogos e da sociedade”, disse o secretário.

Ao final do encontro, os ufólogos comemoraram a iniciativa. “Essa é uma data que vai entrar para a história da Ufologia”, disse Fernando Aragão, da revista UFO. “É a primeira vez que o Ministério da Defesa de um país chama ufólogos para conversar formalmente sobre discos voadores”, celebrou. “Estamos otimistas com a porta que nos foi aberta e esperamos avançar nas discussões”, disse Aragão.



Comentário: Bom leitor, se existem homenzinhos cinzas, verdes ou de qualquer cor perambulando pela face da TERRA, isso lá eu não posso afirmar, mas que Objetos Voadores Não identificados (OVNIS) estão aparecendo mundo afora, isso eu posso confirmar, já que pelo menos comigo uma vez esse fato aconteceu. Quando adolescente em férias na fazenda de minha família já na segunda metade da década de 70, localizada na região de Feira de Santana, costumávamos sentar na varanda da frente da sede da fazenda para batermos papo e observarmos as chamadas estrelas cadentes (meteoros), que vez ou outra cruzavam os céus da região de Feira, privilegiado que era na época por um belo e estrelado tapete estelar. Coisa que hoje infelizmente não acontece mais devido a grande luminosidade gerada pela explosão populacional de Feira de Santana. Naquela noite em especial, por volta das 23:00 meu Pai e meu Tio se retiraram para dormir enquanto eu e minha Tia Maria Ester (falecida) ficamos conversando sobre diversos assuntos. Eu estava posicionado sobre o pequeno batente que cercava toda a sede avarandada da fazenda, e minha Tia se encontrava deitada sobre uma espreguiçadeira que lhe dava uma visão privilegiada daquele espetacular céu estelar. De repente, enquanto respondia a uma pergunta que ela havia me feito, minha Tia saltou violentamente da espreguiçadeira gritando pelo nome de meu Pai e de meu Tio e apontando para o Céu. Foi nesse momento que percebi que a suposta estrela cadente que eu estava acompanhando anteriormente, mas que havia desviado meu olhar por um instante para responder a pergunta de minha Tia, estava fazendo zigue-zague indo e voltando em grande velocidade, até que após a sua ultima manobra, seguiu em linha reta contraria ao seu ponto de origem em uma velocidade fantástica. Infelizmente todo fenômeno durou menos de um minuto, ou talvez um pouco mais, tempo esse insuficiente para que tanto meu Pai, como meu Tio (que haviam retornado a varanda devido aos apelos eufóricos de minha Tia), pudessem presenciar esse fenômeno. Continuamos por anos observando dessa varanda as tais estrelas cadentes, mas infelizmente jamais voltamos a presenciar um fenômeno semelhante. A casuísta Ufológica senhores é algo muito sério e precisa ser assim encarado por toda sociedade humana. Existem erros de interpretação, fenômenos naturais e até pessoas mal intencionadas que tentam tirar proveito financeiro ou outro qualquer, isso é verdade, não resta dúvida, mas também existem casos que não se encaixam nessas explicações e esses casos precisam ser investigados. Aquela coisa que vi nos anos 70 não era nada natural, e fosse o que fosse, precisa ser investigado. Parabéns ao Ministério da Defesa e vamos torcer que as promessas feitas agora pelo MD sejam cumpridas e que também uma melhor integração entre as Forças Armadas de todo o mundo, os Ufólogos e a classe científica mundial possa acontecer, deixando preconceitos e temores de lado em prol de um esclarecimento definitivo sobre esse assunto.

9 comentários:

  1. Fico feliz que o Ministério da Defesa esta procurando ter boas relações com uma comunidade que é tão segregada e prejulgada. Significa que o governo esta vendo que algo que eles apoiam é útil e importante para a sociedade. É importante focar no aspecto positivo de cada comunidade, pois, além de conseguirmos uma união de vários grupos ideológicos, a sociedade será beneficiada. O ruim é quando o governo tenta fazer boas relações com um grupo, mas não cumpre com o que promete e não se esforça tanto para faze-lo. Esse infelizmente é nosso caso...

    ResponderExcluir
  2. Sobre este assunto, não tenho muito a contribuir. Não tive nenhum tipo de contato, ou presenciei fenômeno relacionado a esta área, no entanto, devido às minhas pesquisas, essa foi uma área sobre a qual me interessei por algum tempo.

    Eu sou particularmente partidário das ideias de Erich Von Däniken ezpostas no seu livro "Eram os Deuses Astronautas". Quem viu o filme como eu, passa a ter uma outra percepção sobre o assunto.

    Aproveito o ensejo para trazer a luz um outro assunto: estava vendo o canal da NASA, como faço de forma regular, e lá está nesse momento sendo transmitido um evento onde vários dos seus "heróis", incluindo astronautas, cientistas e várias outras posições sendo condecorados. Bacana ver como eles tratam a história deles.

    Vários senhores já com certa idade, alguns com dificuldade para andar, sendo reconhecidos e condecorados, na presença de um público entusiasmado, que aplaude calorosamente a todo momento.

    Um exemplo a ser seguido!

    ResponderExcluir
  3. Só pra descontrair:


    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=NpEfkvGDs2s

    ResponderExcluir
  4. Aproveito para registrar que o lançamento de teste do foguete Antares acabou de ocorrer com sucesso.

    Assim que o pessoal da Orbital Systems testar a sua espaçonave, os Estados Unidos terão duas empresas privadas capases de enviar cargas de reabastecimento da ISS ao espaço. A SpaceX e a Orbital.

    Vai ficar muito prático...

    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem perdeu o lançamento do Antares:

      http://www.youtube.com/watch?v=V3L7crGudVU&feature=share

      Se trata da primeira prova do foguete Antares da Orbital Sciences, equivalente ao Falcon da Space X. Aqui a carga era uma maquete da nave Cisne (equivalente à Dragon). Também fazia parte da carga 4 nanosatelites.

      Excluir
    2. Essa carga secundária dos nano satélites eu não sabia...

      Mas os projetos são bem distintos:

      O pessoal da SpaceX preferiu fazer tudo do zero, tanto o foguete quanto a espaçonave foram projetados e construídos por eles, tudo "Made in U.S.A.".

      Já o pessoal da Orbital, preferiu uma solução usando componentes já existentes. Motorres russoa, espaçonaves italianas, nem sei se a estrutura do corpo do foguetes é feita lá nos States.

      Além disso, o projeto da SpaceX é, em todos os parâmetros, maior que o da Orbital.

      Att.

      Excluir
  5. Caro Marcos Ricardo,

    eu também acredito nas teorias do Daniken. No ultimo domingo, dia 21/04, estive em mais uma palestra com ele, aqui em S.Paulo (minha segunda palestra, já havia estado no ano passado ). Ele mostrou informações sobre as Piramides, antigo Egito, Profeta Enoch etc. Muito interessante.

    ResponderExcluir
  6. "SABEMOS ou NÃO SABEMOS SOBRE OS UFOS?"
    A prevalência e a visibilidade dos contatos e testemunhos de avistamentos aumentaram dramaticamente nos tempos modernos. Também já fui tetemunha de um avistamento quando voava na antiga VASP. Fiquei apreensivo no momento por volta das 00:40, quando estavamos sobrevoando a capital de Aracajú, destino Salvador, o nosso vôo já saiu de Recife extremamente atrasado, tipo do vôo atribulado e cansativo. O avistamento inicial foi do Cmte. que me alertou quanto ao deslocamento do possível OVNI, no sentido Este para Oeste, o objeto deslocava-se inicialmente lento e ápos com movimentos rápidos e semi-circulares. Foi fantástico! essa observação, na qual relaxou um pouco do stresse adquirido. Logo em seguida entramos em contato com o ACC Recife informando o avistamento , e nada foi identificado pelos radares do Centro de Controle.
    No passado, houve muitos avistamentos e eram atribuídas erroneamente a doenças do celebro, tais alucinações, hoje é ralidade é que ,nós não estamos sozinhos no universo . Tudo isso fez com que o UFO fosse visto como fenômeno moderno de uma raça evoluida de criaturas que não tem CORRUPÇÃO e GANÂNCIA PELO PODER, ao contrário ganância pela evolução tecnológica, assim não estariam viajando com velocidades além da luz, mas não é verdade senhores!
    Creio que covivemos com ele há muito tempo."

    ResponderExcluir