quinta-feira, 31 de maio de 2012

INPE Lança Edital do Concurso para Carreira de Gestão

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (31/05) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) informando que foi lançado edital do Concurso para Carreira de Gestão.

Duda Falcão

Lançado Edital do Concurso
Para Carreira de Gestão

Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (31/5) pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) o edital do concurso público para o provimento de vagas em cargos da carreira de Gestão. Ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), estão destinadas 28 vagas para o cargo de Analista em Ciência e Tecnologia, de nível superior.

As vagas estão divididas em 2 temas: Gestão Administrativa e Gestão Pública em Ciência, Tecnologia e Inovação. No primeiro tema, são 20 vagas para o INPE de São José dos Campos, 2 para o centro regional de Santa Maria, 1 para o centro regional de Belém e 1 para o centro regional de Natal. No segundo tema, há 4 vagas destinadas a São José dos Campos.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de junho e 16 de julho, apenas pela internet, no endereço http://www.cespe.unb.br/concursos/MCTI_12

Informações sobre as vagas, remuneração, requisitos para concorrer aos cargos e o conteúdo programático, bem como todas as normas e cronograma, estão no edital do concurso, disponível aqui


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

INPE e CAST Concluem Testes Elétricos do CBERS-3

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (31/05) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) informando que no dia 25/05 o INPE e a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST) finalmente concluíram os testes elétricos do Satélite CBERS-3 na China.

Duda Falcão

INPE e CAST Concluem Testes
Elétricos do CBERS-3

Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Testes elétricos do satélite sino-brasileiro CBERS-3, que tem lançamento previsto para o final de novembro, foram concluídos pelos especialistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e da Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST, na sigla em inglês) no dia 25 de maio, em Pequim. Esses testes precedem os ensaios ambientais (que simulam as condições em órbita), programados para o período de junho a setembro.

O INPE é o responsável no Brasil pelo Programa CBERS (sigla para China-Brazil Earth Resources Satellite; em português, Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), parceria iniciada com a China há mais de 20 anos e que garantiu a ambos os países o domínio da tecnologia do sensoriamento remoto para observação da Terra.

Na China, as atividades de montagem, integração e teste (AIT) do satélite ocorrem no Instituto 529 e no Centro Espacial, ambos pertencentes à CAST. Os objetivos das atividades de AIT são montar o modelo de voo do satélite, demonstrar o bom funcionamento em condições ambientais semelhantes ao lançamento e órbita e identificar e corrigir eventuais problemas.

O AIT do CBERS-3 teve início com o envio para a China da estrutura do satélite, que antes estava no Laboratório de Integração e Testes (LIT) do INPE, em São José dos Campos. Especialistas chineses e brasileiros realizaram a integração do subsistema de propulsão (montagem e alinhamento dos propulsores e a instalação da tubulação que conecta os tanques de hidrazina aos propulsores e válvulas) e a realização do teste de vazamento, atividades concluídas em agosto de 2011.

Em outubro de 2011, foram enviados para o Instituto 529 os primeiros equipamentos de voo desenvolvidos, fabricados e testados pela indústria brasileira para que, juntamente com os equipamentos chineses, fossem instalados na estrutura do satélite e iniciados os testes elétricos.

Devido à complexidade do satélite, os testes elétricos foram realizados por ‘Estados’, chamados de A, B, C e D. O satélite foi progressivamente integrado e testado em cada um de seus Estados.

No Centro Espacial serão realizados os testes ambientais em infraestruturas especiais (câmara anecóica, câmara acústica e câmara termovácuo). Ao final, o satélite estará pronto para a campanha de lançamento, que deve iniciar em outubro.

O satélite CBERS-3 nas instalações na CAST, na China


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentário: Pois é leitor, felizmente pelo que parece em novembro desse ano se encerra essa longa novela chamada Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres 3 (CBERS-3). Uma novela iniciada com a assinatura em 2002 de um acordo de desenvolvimento conjunto que envolve também o CBERS-4, e que só está mesmo sendo finalizado agora por forte pressão da China que ameaçou nos meses finais de 2011 o encerramento do programa, caso o satélite não fosse lançado até o final de 2012. Os chineses perderam a paciência com os energúmenos do governo brasileiro que foram obrigados então por outros interesses a mudarem de atitude e se mexerem, criando então as condições para que o INPE cumprisse a sua parte dentro do prazo. Se os Chineses não tivessem apertado a gola, muito provavelmente esses energúmenos continuariam cozinhando o projeto em banho maria. Mas não se engane leitor, pois certamente o sucesso dessa missão será usado pelo Governo DILMA como moeda política na próxima campanha eleitoral, com a maior cara de pau, usufruindo da ignorância do povo usurpando daqueles que por direito são os verdadeiros responsáveis pelo sucesso da missão, ou seja, os valorosos pesquisadores e técnicos do INPE e os profissionais das empresas brasileiras envolvidas com o projeto.

Novo Presidente da AEB Visita o DCTA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (31/05) no site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) destacando que o novo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), José Raimundo Braga Coelho, visitou hoje as instalações do DCTA.

Duda Falcão

Novo Presidente da AEB Visita o DCTA

ACS/DCTA
31/05/2012

O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial recebeu, no dia 31 de maio, a visita do Dr. José Raimundo Braga Coelho, novo Presidente da Agência Espacial Brasileira, empossado no último dia 23, com o intuito de conhecer mais profundamente os projetos aeroespaciais desenvolvidos pelo DCTA e suas Unidades subordinadas.

O Presidente da AEB foi recebido pelo Ten Brig Ar Ailton dos Santos Pohlmann, Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial e demais oficiais-generais do DCTA. Após uma apresentação institucional, ministrada pelo Brig Eng Kasemodel, Diretor do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), foram apresentados os programas e desafios para o desenvolvimento tecnológico aeroespacial nos próximos anos.

O DCTA e a AEB possuem um estreito relacionamento desde a criação da Agência pois são instituições que possuem entre suas atribuições a missão de promover o desenvolvimento das atividades espacial previstas no Programa Espacial Brasileiro.



Fonte: Site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)

Comentário: Bom, muito bom mesmo que isso já tenha acontecido e ficamos aqui na torcida para que o senhor José Raimundo Braga Coelho possa ter colocado os pontos no ISS e se interado das coisas e das dificuldades que o DCTA/IAE tem enfrentado para cumprir a sua missão. É muito simples, o que o DCTA/IAE precisa é de recursos financeiros adequados para seus projetos e para modernização e ampliação de seus laboratórios e evidentemente de recursos humanos para atender essa nova demanda.

INPE/Rede CLIMA Participam da Semana do Meio Ambiente

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (31/05) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o INPE e a Rede CLIMA participaram da Semana do Meio Ambiente de São José dos Campos (SP).

Duda Falcão

INPE e Rede CLIMA participam da
Semana do Meio Ambiente
de São José dos Campos

Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e a Rede CLIMA (Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais) participarão das atividades da Semana do Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de São José dos Campos, nos dias 4 a 6 de junho.

A equipe de difusão de conhecimento na área de mudanças climáticas acompanhará estudantes e público em geral em uma trilha ecológica em São Francisco Xavier (6/6), comparando o ambiente preservado e o ambiente degradado. No Parque da Cidade haverá palestra (5/6) e estande expositivo (4 e 5/6).

Serão apresentadas as atividades do INPE e da Rede CLIMA e aplicados testes para calcular a Pegada Ecológica (tamanho das áreas produtivas de terra e de mar necessárias para gerar produtos, bens e serviços que sustentam determinados estilos de vida) do público visitante.



Sobre a Rede CLIMA

Sediada no INPE, a Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (Rede CLIMA) tem como missão gerar e disseminar conhecimentos para que o Brasil possa responder aos desafios representados pelas causas e efeitos das mudanças climáticas globais. Constitui-se em fundamental pilar de apoio às atividades de pesquisa e desenvolvimento do Plano Nacional de Mudanças Climáticas do governo federal. Enseja o estabelecimento e a consolidação da comunidade científica e tecnológica preparada para atender plenamente às necessidades nacionais de conhecimento, incluindo a produção de informações para formulação e acompanhamento das políticas públicas sobre mudanças climáticas e para apoio à diplomacia brasileira nas negociações sobre o regime internacional de mudanças climáticas.

Atualmente, a Rede CLIMA está estruturada em 13 sub-redes de pesquisa: Agricultura, Biodiversidade e Ecossistemas, Cidades, Desastres Naturais, Desenvolvimento Regional, Economia, Energias Renováveis, Modelagem, Oceanos, Recursos Hídricos, Saúde Serviços Ambientais dos Ecossistemas e Zonas Costeiras.

Mais informações sobre a Rede CLIMA na página http://www.ccst.inpe.br/redeclima



Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Survey Reveals CPTEC/INPE Users Profile

Hello reader!

It follows a note published on the day (05/25) in the website of the National Institute for Space Research (INPE) stating that survey reveals CPTEC/INPE users profile.

Duda Falcão

Survey Reveals CPTEC/INPE Users Profile

Friday, May 25, 2012

The second Survey on Users Profile is available on the homepage of the Center for Weather Forecasting and Climate Studies of the Brazil’s National Institute for Space Research (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – CPTEC/INPE). The survey aims to detail how companies and users benefit from weather information available on the homepage.

Besides knowing better the users profile, the survey intends to improve services and products available on the webpages. The number of visits to the CPTEC/INPE’s website increases every year, recording lots of page views during extreme events (heavy rainfall, drought periods etc.) and on the eve of public holidays and weekends. Last year there were more than 28 million visits to the CPTEC/INPE webpage, which became itself the major means of interaction with society.

The first edition of the survey, conducted between 2009 and 2010, has allowed bettering understanding CPTEC/INPE users and find, for example, the strong demand for courses in meteorology aimed at different areas. Thus, courses aimed at agriculture, air pollution monitoring, aviation, journalism, among others, have been created since 2011.  With data of this new survey it will be possible to compare the level of user satisfaction in relation to the first one.

Completing the survey takes about 10 minutes (25 questions). Data and personal information is confidential, and the survey can also be accessed by www.cptec.inpe.br/pesquisa2011.

The user who lives outside Brazil may also fill out the questionnaire, which is available in English and Spanish. The survey can be completed until June 15.

Further information by phone [+55 (012) 3186-8535/8492] or e-mail [pesquisacptec@cptec.inpe.br]


Source: WebSite of the National Institute for Space Research (INPE)

Organização do N-Prize Divulga Idéia Inovadora do NTA

Olá leitor!

Recebi agora a pouco um e-mail do coordenador do Núcleo Tecnológico do Agreste (NTA), de Bezerros (PE), o Professor Marcos Luna, informando que o Paul Dear, idealizador do Prêmio N-Prize, entrou em contato via e-mail com NTA para informar que foi divulgado pela organização do evento, detalhes sobre o “Projeto LUNA 1” para os participantes do prêmio, causando uma agradável surpresa entre todos devido (segundo eles) a simplicidade do projeto apresentado pelo NTA.

Não pela idéia de levar o foguete “LUNA 1” e de seu femtosatélite até o seu ponto de lançamento através de balões de gás hélio, já que é uma ideia conhecida e já usada algumas vezes, mas pelo diferencial de levar balões extras vazios que serão enchidos com o excesso dos gases gerados pela expansão dos balões por causa da diferença de pressão.

Assim sendo , segundo o professor Marcos Luna, os balões não irão estourar aos 30 km e consequentemente irão bem mais alto, haja vista que, quando todos os balões estiverem no seu máximo volume, as placas inteligentes desenvolvidas pelo NTA vão controlar a liberação do excesso do gás hélio no espaço e assim continuar subindo.

Segundo o Paul Dear, mesmo que a ideia do NTA por alguma razão não funcione, mas a missão venha alcançar uma altura que supere a atual marca mundial japonesa em balões de 53 km, já será um grande feito.

O professor Marcos Luna informa também que a equipe do NTA participante do premio acaba de ser acrescida com a participação do especialista em telecomunicações, Prof. Carlos Fraga, de Vitória (ES) e também que o núcleo está no aguardo da confirmação da data da viagem da Drª Rosaly Lopes (JPL/NASA) ao Brasil, para então marcar a data de lançamento do foguete.

Duda Falcão


Fonte: Núcleo Tecnológico do Agreste (NTA)

Perondi Assume o INPE Nesta Sexta-Feira

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada ontem (30/05) no site do jornal “O VALE”, destacando que o novo diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Leonel Perondi, assume oficialmente nesta sexta-feira (01/06)  a direção do instituto.

Duda Falcão

REGIÃO

Perondi Assume o INPE Nesta Sexta

Ministro é esperado para cerimônia de posse do engenheiro
à frente do instituto; governo abre vagas para pesquisadores

São José dos Campos
30 de maio de 2012 - 04:05

O novo diretor do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) de São José, Leonel Perondi, toma posse na próxima sexta-feira.

A cerimônia, no próprio INPE, terá a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp.

Perondi atua à frente do INPE desde a última semana. Ele substitui Gilberto Câmara, que comandou a instituição de dezembro de 2005 até 14 de maio deste ano, quando foi publicada a nomeação de Perondi no Diário Oficial da União.

O novo diretor do INPE é graduado em engenharia mecânica aeronáutica pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), mestre em engenharia e tecnologia espaciais pelo INPE e doutor em física teórica pela Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Em entrevista a O VALE na última sexta-feira, Perondi salientou que sua gestão à frente do INPE terá como meta fortalecer a indústria nacional, a envolvendo nos projetos desenvolvidos pela instituição. Ele também atuará no reforço do quadro de servidores e no cumprimento dos prazos para lançamentos de satélites, como o CBERS-3, previsto para o final deste ano.

Reforço.

Ontem, foi publicado no Diário Oficial da União edital para a contratação de 17 pesquisadores pelo INPE.

Na região, as inscrições podem ser feitas de 2 de 31 de julho (exceto final de semana e feriados), das 10h às 16h, nas unidades do INPE de São José e Cachoeira Paulista.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 30/05/2012

Comentário: Só nos resta desejar ao Sr. Leonel Perondi sucesso, além de paciência e o jogo de cintura necessário que confesso não teria com esses energúmenos do governo DILMA, e torcer que o mesmo seja capaz de alcançar nos próximos dois anos, resultados realmente significativos que não fique restritos ao lançamento do CBERS-3, já que em algum momento isso teria de ocorrer. Caso essa seja a única vitória do INPE nesse período, só restará reconhecer que é um resultado pífio e extremamente lamentável. 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

INPE Conquista Prêmios do Setor Geoespacial

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (30/05) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o INPE conquistou o primeiro lugar da categoria “Melhor Instituição de Ensino e Pesquisa” do Prêmio MundoGEO#Connect e também foi o vencedor da categoria “Marca Mais Lembrada –GIS LIVRE” do SPRING.

Duda Falcão

INPE Conquista Prêmios do Setor Geoespacial

Quarta-feira, 30 de Maio de 2012

Mais uma vez, o primeiro lugar na categoria “Melhor Instituição de Ensino e Pesquisa” do Prêmio MundoGEO#Connect ficou com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que teve ainda o SPRING como vencedor na categoria “Marca Mais Lembrada – GIS Livre”.

Escolhidos pelo público em votação aberta pela internet, os vencedores foram anunciados na noite desta terça-feira (29/5) durante o MundoGEO#Connect, evento que nesta semana reúne a comunidade do setor geoespacial da América Latina no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.

A premiação interativa elege as melhores instituições, produtos e profissionais que, por sua atuação inovadora, fazem o setor crescer de forma sustentável. O INPE também ficou entre os 3 finalistas na categoria "Instituição Pública de Maior Destaque", assim como o pesquisador Gilberto Câmara, pela segunda vez indicado a “Personalidade do Ano do Setor de Geotecnologia”.

SPRING

Desenvolvido no INPE, o SPRING é o software livre de informação geográfica mais utilizado no Brasil por pesquisadores e estudantes em universidades e instituições públicas e privadas. Destinado a aplicações de sensoriamento remoto e mapeamento, o SPRING possui mais de 160 mil usuários cadastrados - cerca de 25% desse total estão na Colômbia, Estados Unidos, Argentina, entre outros países.

Com funções de processamento de imagens, análise espacial, modelagem numérica de terreno e consulta a bancos de dados espaciais, o SPRING pode ser utilizado em áreas diversas como agricultura, gestão ambiental, estudos de florestas, geografia, geologia, planejamento urbano e regional.

Mais informações na página http://www.dpi.inpe.br/spring/

Workshop

O SPRING é um dos produtos que será apresentado pelo INPE durante workshop, com entrada franca, que será realizado no ambiente do MundoGEO#Connect nesta quinta-feira (31), das 14 às 17 horas. Na oportunidade também serão apresentados aplicativos da TerraLib, o TerraHidro, para modelos hidrológicos, o TerraMA2, para monitoramento, análise e alerta de desastres ambientais, e as atividades de monitoramento da cana-de-açúcar via imagens de satélite.

Os interessados devem se credenciar para visitar a feira do MundoGEO#Connect LatinAmerica 2012 através do link http://mundogeoconnect.com/2012/credenciamento/


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Falando um Pouco Sobre Cinema

Olá amigos!

Fugindo um pouco do tema do blog, como vocês devem saber, trabalho na área cinematográfica, sou um pequeno produtor que realiza produções sem qualquer apoio, às vezes até com recursos próprios (sendo taxado de louco por muitos), o que me faz passar em alguns momentos por grandes dificuldades financeiras.

Pois bem, no inicio de 2009 comecei a produzir o média-metragem “A LENDA DA LAGOA VERMELHA II - A VINGANÇA”, sob a direção do diretor baiano Eutímio Carvalho (mais conhecido como o Zé do Caixão do Sertão), produção essa que é a continuação do premiado curta “A LENDA DA LAGOA VERMELHA” de 2007, dirigido pelo mesmo diretor e onde tive uma participação como Produtor de Elenco.

Acontece que finalmente nesse final de semana (02/06) estaremos realizando na cidade de Cícero Dantas (agreste baiano) a 'pré-estreia' desse filme, mais de três anos depois de finalizados os 15 dias de filmagens em fevereiro de 2009.

Entretanto, o mundo dar muitas voltas, e apesar das grandes dificuldades que passamos na pós-produção, fomos surpreendidos agora a pouco com a seleção do filme pelo Núcleo Audiovisual e Literatura do Instituto Itaú Cultural para participar da “IV Mostra Cinema de Bordas”, a se realizar na cidade de São Paulo entre os dias 01 e 05/08.

Pois é meus amigos, mesmo antes de ser lançado, o média-metragem “A LENDA DA LAGOA VERMELHA II - A VINGANÇA” parece que seguirá a mesma carreira de sucesso da primeira versão da estória. Convites não faltam, e começam aparecer na caixa de e-mail originados de todo o Brasil e do mundo. 

Avante LENDA II

Duda Falcão
Produtor

OBS: Veja o trailer e acompanhe as notícias do filme pelo link do blog: http://alendadalagoavermelhaiiavinganca.blogspot.com.br/

Embraer y la Telebrás Fundam Empresa del Sector Espacial

Hola Lector!

Sigue abajo una noticia publicada hoy (30/05) en el website “www.infoespacial.com” señalando que la Embraer y Telebrás fundan Visiona Tecnologia Espacial S.A. para crear el primer Satélite Geoestacionario de Brasil (SGB).

Duda Falcão

Noticias

Contrato firmado

Embraer y Telebrás Fundan
Visiona Tecnologia Espacial S.A
Para Crear el Primer
Satélite Geoestacionario de Brasil

30/05/2012

(infoespacial.com) Brasilia.- Las empresas brasileñas Embraer SA y Telecomunicaciones Brasileiras SA (Telebrás) acaban de firmar el contrato por el que crean Visiona Tecnologia Espacial S.A., la compañía a través de la cual diseñarán y desarrollarán conjuntamente el que será el primer satélite geoestacionario de Brasil.

"El satélite brasileño permitirá la expansión del acceso a Internet a millones de hogares brasileños. Además, la propiedad y operación de un satélite propio nos permitirá no sólo tener la seguridad necesaria para la transmisión de información en las redes estratégicas del Gobierno Federal, sino también tener autonomía para desarrollar tecnología aeroespacial ", explicó Caio Bonilha, presidente de Telebrás.

Como avanzó infoespacial en febrero y según quedó rubricado el martes 29 de mayo, el capital registrado de la nueva empresa será el 51 por ciento de Embraer y el 49 por ciento de Telebrás, y su sede será ubicada en el Parque Tecnológico de San José de los Campos, cerca de San Paulo.

"Este proyecto supone un paso histórico en la evolución del sector tecnológico y espacial de la industria de Brasil. Embraer está contento y orgulloso de ser el socio estratégico de Telebrás y el gobierno brasileño en un acontecimiento tan importante para la nación", afirmó Frederico Curado, Presidente y CEO de Embraer.

El objetivo principal de Visiona Tecnologia Espacial S.A. es desarrollar y lanzar el primer satélite geoestacionario de Brasil con el objetivo de satisfacer las necesidades de comunicaciones vía satélite del Gobierno Federal, entre ellas una amplia gama de transmisiones de la defensa estratégica.

Para ello, en principio, la nueva compañía contará con poco más de un año y medio, ya que el gobierno de Dilma Rousseff espera poner en órbita el ingenio a lo largo del año 2014. Eso si, para lograrlo contará con un presupuesto aproximado de 700 milllones de dólares y el apoyo de los Ministerios de Defensa, Comunicaciones y Ciencia y Tecnología, también implicados en el proyecto, está incluido en el Plan Plurianual (PPA) de 2012-2015.

"Las compañías que fabrican satélites forman parte de un grupo muy restringido en el mundo, y el Gobierno vio la oportunidad de reanudar su programa espacial geoestacionaria. Nos unimos a este grupo. Ya hemos establecido la posición orbital. Este proyecto comienza a jugarse el próximo mes", ha declarado el presidente de Telebrás, Caio Bonilha, según recoge Valor Económico.


Fuente: Website www.infoespacial.com

Realizado Novo Ensaio do Subsistema de Recup. do SARA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (30/05) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), destacando que no dia 28/05 foi realizado com sucesso mais um ensaio de abertura do conjunto de paraquedas do Subsistema de Recuperação do SARA Suborbital.

Duda Falcão

Realizado Novo Ensaio do Subsistema
de Recuperação do SARA

Campo Montenegro
30/05/2012

Nesta segunda-feira, dia 28 de maio de 2012, foi realizado com sucesso mais um ensaio de abertura do conjunto de paraquedas do Subsistema de Recuperação do Sara Suborbital. O ensaio foi realizado no Prédio de Integração de Lançadores (PIL) coordenado pelo Eng. Claudinei da Divisão Integração e Ensaios (AIE), auxiliado por uma equipe da Divisão de Sistemas Espaciais (ASE) e por equipes técnicas das firmas CENIC e Orbital.

A realização do ensaio envolveu o conjunto de aba piloto, paraquedas de arrasto e dois paraquedas principais empacotados dentro do container do Sara. Os paraquedas estavam ligados por cabos ao bloco de separação que possuía dois atuadores para a realização dos dois eventos de separação. A situação de voo foi simulada na torre do PIL.

Segundo o coordenador do ensaio, Eng. Claudinei os resultados atingidos foram os esperados: “Os resultados foram excelentes, considerando os objetivos do ensaio.

A sistemática de repetição de ensaios, como realizada também pelo VLS-1, procura assegurar que todas as variáveis relativas a uma operação específica sejam controladas e seus desvios avaliados e corrigidos, aumentando a confiabilidade do sistema como um todo. Desta forma, ainda estão previstas duas repetições do ensaio de abertura, agora com filmagem em alta velocidade.


Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Comentário: Pois é leitor, segue as atividades do IAE para preparar o lançamento do primeiro SARA Suborbital que estava previsto anteriormente para o final desse ano, mas que com os cortes do governo DILMA, só Deus sabe quando isso ocorrerá. Entretanto, não resta dúvida que apesar de tudo, essa missão está próxima de acontecer.

REDD-PAC Project Launched at INPE

Hello reader!

It follows a note published on the day (05/24) in the website of the National Institute for Space Research (INPE) Stating that the PAC-REDD Project is launched at INPE.

Duda Falcão

REDD-PAC Launched at INPE

Thursday, May 24, 2012

The Brazil’s National Institute for Space Research (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE) hosted the launch of REDD-PAC project (Reducing Emissions from Deforestation and Forest Degradation), an international partnership with IIASA (International Institute for Applied Systems Analysis), COMIFAC (Central African Forests Commission), UNEP-WCMC (United Nations Environment Programme – World Conservation Monitoring Centre) and IPEA  (Institute for Applied Economic Research).

The Project, supported by the international office of Global Land Project (GLP) and based at INPE, was launched during a workshop on May 22 to 24.

The REDD-PAC aims to develop technical know-how and capability in conceiving efficient and environmentally relevant REDD+ strategies (see below). In addition, the project will work as a global forum for sharing and improving global data on forests and deforestation factors, and develop methodologies for REDD + modeling reference, as well as spatial planning.

The Project will benefit from the existing experience of partner organizations. The IIASA will contribute with its global modeling ability. INPE and COMIFAC will help providing high-resolution data on Brazil and the Congo Basin countries, respectively. INPE will also contribute with additional space outcomes from its high-resolution deforestation models. The WCMC will provide expertise in biodiversity indicators.

The modeling part of the project will focus on tropical forests of Central Africa and Brazil. The analysis will be developed in three phases: the spatial description of deforestation factors, forest resources, carbon stocks, biodiversity and priority areas for conservation of the areas under study; quantitative description of a REDD+ set and biodiversity scenarios; impact assessment of each economic scenario, land use, emission reductions and other environmental indicators.

The workshop website is available under http://www.inpe.br/redd/index.php

Learn More About REDD

The concept of REDD (Reducing Emissions from Deforestation and Forest Degradation) consists of including in the accounting of greenhouse gases emissions the ones avoided by deforestation and forest degradation reduction. According to this concept, developing countries with rainforests that could reduce deforestation would receive international financial offset corresponding to the emissions avoided. The concept of carbon offset became the basis of discussions on REDD.

REDD+

Nowadays the concept has been extended and is known as REDD+, which refers to the construction of a mechanism or police, which should include ways to provide positive incentives for developing countries that take one or more of the following actions to mitigate climate change:

1. Reducing emissions from deforestation and forest degradation;
2. Increase in forest carbon stocks;
3. Sustainable forest management;
4. Forest conservation.


Source: WebSite of the National Institute for Space Research (INPE)

Embraer Cria Empresa para Fabricar Satélites em S. José

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (30/05) no site do jornal “O VALE”, destacando que como já havíamos anunciado ontem a Embraer criou junto com a Telebrás uma empresa para fabricar satélites. (veja a nota: “Embraer e Telebrás se Unem no Programa do Satélite SGB”)

Duda Falcão

NOSSA REGIÃO

Embraer Cria Empresa para
Fabricar Satélites em São José

Visiona é o nome da empresa que será instalada no Parque
Tecnológico e vai liderar o novo polo aeroespacial do Vale

Arthur Costa
São José dos Campos
30 de maio de 2012 - 03:14

M. Almeida

Embraer e Telebrás formalizaram ontem a criação da Visiona Tecnologia Espacial S.A., empresa que será responsável, inicialmente, pela produção do satélite geoestacionário que será lançado em órbita pelo governo brasileiro em 2014.

A Visiona será sediada no Parque Tecnológico de São José dos Campos e terá composição de 51% da Embraer e 49% da Telebrás.

Estimado em R$ 750 milhões, o satélite geoestacionário terá finalidades civil e militar, transmitindo imagens para monitoramento de fronteiras, informações sobre condições climáticas e disponibilizando internet banda larga.

“Este projeto representa um passo histórico para o avanço da prontidão tecnológica e industrial do setor espacial no Brasil, e a Embraer tem satisfação e orgulho de ser a parceira estratégica da Telebrás e do Estado brasileiro”, disse em nota o diretor-presidente da Embraer, Frederico Curado.

No mesmo comunicado, o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, disse que “o satélite brasileiro permitirá a ampliação do acesso à internet a milhões de lares”.

O Parque Tecnológico, também por meio de nota, informou que “a chegada da Visiona constitui passo estratégico para a implantação e consolidação do Parque Tecnológico, que ora ingressa em sua fase de expansão, sempre em linha com o objetivo permanente de propiciar às empresas nele instaladas um ambiente sinérgico e estimulante para a geração de conhecimento, tecnologia e inovação”.

Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, José de Mello Corrêa, salientou que é um privilégio de poucas cidades no mundo a construção de um satélite.

Localização. No Parque, a Visiona será empresa âncora do Centro de Desenvolvimento de Tecnologias Espaciais, ainda a ser construído. Num primeiro momento, a empresa poderá se instalar provisoriamente na atual estrutura do parque.

POR DENTRO

Parceria

nova empresa

Embraer e Telebrás formalizaram ontem a criação da Visiona, empresa responsável pelo desenvolvimento do satélite geoestacionário

Composição

Divisão

Visiona terá 51% da Embraer e 49% da Telebrás

Satélite

Estratégico

O satélite geoestacionário é considerado estratégico pelo governo. Estimado em R$ 750 milhões, será responsável por enviar imagens para monitoramento de fronteiras, condições climáticas e fornecerá internet banda larga

Lançamento

Previsão

Expectativa é que satélite entre em órbita em 2014. Nas próximas semanas, a Visiona, que se instalará no Parque Tecnológico de São José, deve anunciar o seu cronograma de atividades.

Fabricante Tem Novo Executivo Financeiro

A Embraer anunciou ontem a nomeação de José Antonio Filippo como novo vice-presidente Executivo Financeiro e Relações com Investidores. Filippo, com passagens pelo Grupo Pão de Açúcar, CPFL, entre outros, assume o cargo a partir de 4 de junho. A vice-presidência da área de finanças era ocupada por Paulo Penido, que deixou o cargo por motivos pessoais em abril.

Jatos Executivos São Tema de Conferência

Desde ontem a Embraer realizará sua conferência de operadores de jatos executivos para clientes da Europa, Oriente Médio e África em Paris, França. Essa é a oitava edição do evento, que cobrirá as mais recentes atualizações técnicas, de manutenção e de operações de voo das famílias Legacy e Phenom. O evento, com realização de workshops, termina amanhã.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 30/05/2012 

terça-feira, 29 de maio de 2012

Lançado do CLA com Sucesso o Segundo Foguete FTB

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/05) no site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) destacando que o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou hoje com sucesso o segundo Foguete de Treinamento Básico (FTB) da “Operação Águia I – 2012”.

Duda Falcão

CLA - Operação Águia I

CLA
29/05/2012

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou com sucesso, hoje (29/5), um Foguete de Treinamento Básico (FTB) na etapa final da Operação Águia I/ 2012 iniciada no último dia 21 de maio. O lançamento em Alcântara – MA ocorreu às 13h50 pelo horário de Brasília. Conforme as informações de telemetria colhidas durante o rastreio, o veículo atingiu 31,975 Km de altitude (apogeu) em 77,8 segundos após o lançamento. Ao todo o veículo levou 165,3 segundos de vôo até atingir a área de impacto determinada para a operação, distante 16,1 Km do local de lançamento. A partir dos dados levantados na operação será possível futuramente obter a qualificação e certificação dos foguetes de treinamento.

O FTB é um veículo que faz parte do Projeto Foguete de Treinamento (FOGTREIN) iniciado em 2008. O Projeto tem por objetivo capacitar o pessoal envolvido com as operações de lançamento e testar os meios operacionais tanto do CLA, quanto do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) visando lançamentos de maior porte, a exemplo do Veículo Lançador de Satélite (VLS).

A Operação Águia I/ 2012 realizada no CLA contou com a participação de equipe operacional do CLBI, em um treinamento conjunto entre os dois centros de lançamento. Ainda participaram do apoio logístico da operação o 1º ETA, o 3º/7º GAv e o 1º/8º GAv. O próximo lançamento no CLA será de um Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) previsto para ocorrer em meados de agosto nas atividades da Operação Águia II/ 2012.

Foguete de Treinamento Básico (FTB)
Comprimento total: 3.050 mm
Diâmetro do veículo (calibre): 127 mm
Peso total do veículo: 68,3 kgf
Peso de propelente: 29,2 kgf
Peso reservado para experimento: 5,0 kgf
Apogeu aproximado (82°): 30 km
Tempo total de voo: 166 seg


Fonte: Site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)

DCTA Firma Acordo para Desenv. e Fomento Industrial

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/05) no site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) destacando que o DCTA firma acordo para desenvolvimento e fomento industrial com o Centro para a Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista (CECOMPI).

Duda Falcão

DCTA Firma Acordo para
Desenvolvimento e Fomento Industrial

ACS/DCTA
29/05/2012

Foi realizada no dia 25 de maio de 2012, sexta-feira, nos pavilhões da Expo Aero Brasil 2012, em São José dos campos, a assinatura do protocolo de Intenções  para o Fomento e Desenvolvimento da Competitividade e Inovação da Indústria Aeroespacial e de Defesa nacional.

O documento, que é um marco para a indústria aeroespacial brasileira, foi assinado entre o Centro para a Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista (CECOMPI), representado pelo seu Gerente Executivo, Dr. Agliberto Chagas,  e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), pelo seu Diretor-Geral, Ten Brig Ar Ailton dos santos Pohlmann.



Fonte: Site do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)