terça-feira, 4 de dezembro de 2012

AEB Assina 3 Convênios de 3 Importantes Projetos do PEB

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) de hoje (04/12) publicou três convênios da Agência Espacial Brasileira (AEB) com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa, tendo com objetivo o gerenciamento técnico e administrativo de três importantíssimos projetos do Programa Espacial Brasileiro (PEB), ou seja: o projeto do Veículo Lançador de Satélites (VLS-1), da execução da fase 1 do projeto de desenvolvimento do Motor Foguete a Propelente Líquido - L75 e da execução do projeto de desenvolvimento do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1). Abaixo segue os três extratos de convênio como publicados no DOU.

Duda Falcão

AGÊNCIA ESPACIAL BRASILEIRA
EXTRATOS DE CONVÊNIOS

Espécie: Convênio Nº 775553/2012;
Convenente: Concedente: AGENCIA ESPACIAL BRASILEIRA – AEB;
Unidade Gestora: 203001, Gestão: 20402;
Convenente: FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA, CNPJ nº 18.720.938/0001-41;
Interveniente: COMANDO DA AERONAUTICA, CNPJ nº 00.394.429/0140-80;
Objeto: O objeto do convênio é o gerenciamento técnico e administrativo do projeto do Veículo Lançador de Satélites VLS-1. O resultado técnico do gerenciamento do projeto será o de cumprir um voo tecnológico capaz de entregar, a partir de Alcântara-MA, em órbita circular equatorial com baixa excentricidade, um satélite de 200 kg a 750 Km ou uma variação dessa especificação. Serão efetuados testes com o Mockup para ensaio de interfaces e das redes elétricas (MIR) e aos lançamentos do protótipo VSISNAV. O Plano de Trabalho e Termo de Referência são partes integrantes do presente termo de convênio;
Valor Total: R$ 34.696.810,28;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45925;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 44504;
Num Empenho: 2012NE800204;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45925;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2012NE800203;
Vigência: 27/11/2012 a 22/01/2015;
Data de Assinatura: 27/11/2012;
Signatários: Concedente: JOSE RAIMUNDO BRAGA COELHO, CPF nº 023.196.161-87;
Convenente: MARCO AURELIO CROCCO AFONSO, CPF nº 382.386.166-20;
Interveniente: CARLOS ANTONIO DE MAGALHAES KASEMODEL, CPF nº 019.296.278-74.

(SICONV(PORTAL) - 03/12/2012)

Espécie: Convênio Nº 775573/2012;
Convenentes: Concedente : AGENCIA ESPACIAL BRASILEIRA – AEB;
Unidade Gestora: 203001, Gestão: 20402;
Convenente: FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA, CNPJ nº 18.720.938/0001-41;
Interveniente: COMANDO DA AERONAUTICA, CNPJ nº 00.394.429/0140-80;
Objeto: O objeto do convênio é o gerenciamento técnico e administrativo da execução da fase 1 do Projeto intitulado Desenvolvimento do Motor Foguete a Propelente Líquido - L75, permitindo a realização dos ensaios de desenvolvimento necessários para a confirmação dos parâmetros do projeto. O projeto visa inserir o programa espacial brasileiro no mesmo patamar dos demais países que já dominam essa tecnologia. O Plano de Trabalho e Termo de Referência são partes integrantes do presente termo de convênio;
Valor Total: R$ 58.408.361,48;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45926;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 44504;
Num Empenho: 2012NE800206;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45926;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2012NE800205;
Vigência: 27/11/2012 a 31/10/2016;
Data de Assinatura: 27/11/2012;
Signatários: Concedente: JOSE RAIMUNDO BRAGA COELHO, CPF nº 023.196.161-87;
Convenente: MARCO AURELIO CROCCO AFONSO, CPF nº 382.386.166-20;
Interveniente: CARLOS ANTONIO DE MAGALHAES KASEMODEL, CPF nº 019.296.278-74.

(SICONV(PORTAL) - 03/12/2012)

Espécie: Convênio Nº 775591/2012;
Convenentes: Concedente: AGENCIA ESPACIAL BRASILEIRA – AEB;
Unidade Gestora: 203001, Gestão: 20402;
Convenente: FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA, CNPJ nº 18.720.938/0001-41;
Interveniente: COMANDO DA AERONAUTICA, CNPJ nº 00.394.429/0140-80;
Objeto: O objeto do convênio é o gerenciamento técnico e administrativo para execução do Projeto intitulado Desenvolvimento do Veículo Lançador de Microssatélites VLM-1. O VLM é um foguete destinado ao lançamento de cargas úteis espaciais ou microssatélites (até 150kg), nanosatélites e picosatélites em órbitas equatoriais e polares ou de reentrada. Sua configuração básica é composta por três estágios a propelente sólido; dois estágios S50 de 11 toneladas de propelente e um estágio orbitalizador com o motor S44;
Valor Total: R$ 10.326.131,36;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45904;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2012NE800209;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45925;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 44504;
Num Empenho: 2012NE800208;
Crédito Orçamentário: PTRES: 45925;
Fonte Recurso: 0100000000, ND: 33504;
Num Empenho: 2012NE800207;
Vigência: 27/11/2012 a 28/02/2014;
Data de Assinatura: 27/11/2012;
Signatários: Concedente: JOSE RAIMUNDO BRAGA COELHO, CPF nº 023.196.161-87;
Convenente: MARCO AURELIO CROCCO AFONSO, CPF nº 382.386.166-20;
Interveniente: CARLOS ANTONIO DE MAGALHAES KASEMODEL, CPF nº 019.296.278-74.

(SICONV(PORTAL) - 03/12/2012)


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - Seção 3 - pág. 13 - 04/12/2012

Comentário: Bom leitor, espero que esses convênios com essa Fundação venham não só nos dar a garantia de que esses projetos irão mesmo sair do papel, como também agilizar o desenvolvimento dos mesmos. Chamo a atenção do leitor para a vigência dos convênios, especialmente a do VLM-1.

7 comentários:

  1. O VLM está programado para uma data anterior a prevista então?

    ResponderExcluir
  2. Olá Israel!

    Pelo menos a vigência do convênio sim. As fontes divergem quanto ao lançamento do SHEFEX III. Uns dizem que será realizado de Alcântara em 2015 e outros dizem em 2016. Entretanto, penso que o IAE venha realizar um vôo de qualificação do VLM-1 antes desse vôo do SHEFEX III, creio que seria o mais certo e seguro a fazer, já que esse foguete não passará de um protótipo e os riscos de algo sair errado com essa carríssima carga útil alemã são enormes, mas não tenho essa informação oficial.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Finalmente uma boa e relevante notícia. Lutei por esse convênio por mais de 2 anos. Com isso, um importante problema de execução orçamentária será vencido. O convênio com a FUNDEP trará não apenas agilidade nas compras e contratos mas também liberará os pesquisadores para seu trabalho de engenharia e não lutar contra a burocracia. O efeito que isso traz ao moral das equipes é enorme. Passa-se a acreditar no que se faz e que se chegará a um fim proveitoso. Os resultados começarão a aparecer em breve...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha ai amigos uma opinião embasada de quem realmente tem condições de opinar com propriedade. Que Deus nos ajude, e que o Dr. Waldemar esteja certo, para que de agora em diante esses projetos possam realmente avançar significamente. Obrigado mais uma vez Dr. Waldemar pela sua pronta e bem vinda interferência.

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  4. Não sei qual a situação do waldemar no contexto, mas se foi uma conquista obtida por iniciativas do pessoal "de dentro do sistema", ótimo.

    Dei uma passade de olhos no site da fundação, e parece que a coisa está bem encaminhada. Só espero que não ocorra nenhum desvio nem de percurso nem de caráter no meio desse caminho.

    Vamos ficar atentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Marcos
      A assinatura desses convênios é fruto direto do sucesso do Projeto SIA, que tem a FUNDEP como convenente. Passei um longo tempo mostrando ao DCTA as vantagens de ter a gestão financeira em uma fundação competente e, finalmente, os convênios foram firmados. Sobre sua preocupação dos possíveis desvios ao longo do percurso, posso dizer que o assédio ao tráfico de influência existe em qualquer lugar onde haja dinheiro. Não há nenhum sistema que funcione independente do carater de quem o comanda.

      Excluir
  5. Então agora, com o esclarecimento do Duda, parabéns ao Waldemar, e tomara que inspire a outros.

    O sistema só vai mudar devido a esforços de dentro para fora e de baixo para cima.

    Espero que se esse esforço levou dois anos para gerar o efeito, os próximos levem 2 meses, e futuramente alguns dias.

    ISSO É BOM !!!

    ResponderExcluir